Viagem

FESTIVAIS E EVENTOS NO PERU

FESTAS TRADICIONAIS NO PERU

O Peru celebra cerca de 3000 festas típicas todo ano. A maioria destas festas são organizadas em homenagem ao dia de São Patrono, um santo padroeiro. Estes santos eram originalmente parte do calendário cristão, mas foram integrados às tradições locais e ao sistema de crenças Incas durante a época Colonial. Em suas tentativas de subordinar a população local, a Espanha impôs suas tradições e a religião cristã nos povos nativos e em seus festivais. Consequentemente, há centenas de festivais e celebrações que abrangem todo o calendário por todo o país, variando levemente de região para região e de motivações católicas para incas. Um bom exemplo deste “sincretismo cultural” é o Festival de Corpus Christi em Cusco. Este dia religioso, introduzido pelos espanhóis, foi facilmente integrado às práticas andinas e coincide com uma importante peregrinação Inca para o Señor de Qoyllur Rit'i. Como praticamente cada cidade e comunidade possui seu próprio santo padroeiro, é quase impossível citar todas as festividades celebradas no Peru. Aqui, separamos uma lista dos mais importantes festivais tradicionais e algumas das adições modernas que também são muito agradáveis. Festas tradicionais

Calendário Festivo do Peru

1° de Jan – 1° de Fev: Festival Marinera

Onde: Trujillo, La Libertad
Sobre: Trujillo, localizado à 450 km ao norte de Lima, é também conhecido como a cidade da Primavera Eterna e é a maior cidade do litoral norte do Peru. Conhecido por seu centro colonial e pelas ruínas pré-incas de chan-Chan, Trujillo também abriga um festival com duração de um mês que celebra a dana Marinera. Com origem em estilos hispânicos e africanos, a dança Marinera hoje é uma tradição peruana única que celebra a natureza multicultural do Peru. A dança marinera é um jogo de sedução. O homem inicia os movimentos do cavalo de Passo Peruano enquanto flerta com uma mulher que é caracterizada como interessada mas também arrogante. O homem veste um chapéu de palha e poncho, enquanto a mulher veste uma blusa de seda e uma saia longa e rodada que dá um ótimo efeito. Ambos agitam lenços brancos enquanto se movem com a música, produzida por violões e um instrumento de percussão local chamado de Cajón Peruano. Durante o mês de janeiro há diversas exibições, shows e competições que vão até a última semana, que se encerra com um grande desfile e o último concurso de dança Marinera.

6 de Jan: Reyes Magos


Reyes Magos Festival Peru
Onde: Ollantaytambo, Cusco
Sobre: Reyes Magos, ou “Reis Magos” em português, é um festival celebrado na pequena cidade de Ollantaytambo. Ollantaytambo fica no Vale Sagrado e é de onde sai o trem para Macu Picchu. É mais conhecida por seu sistema de irrigação ainda em funcionamento que leva água a toda a cidade, dando a Ollantaytambo o apelido de Cidade viva (“Living City”) dos Inca devido à bela paisagem e som da água caindo pelas ruas. Neste festival, Ollantaytambo celebra a chegada dos três magos, Caspar, Melchior e Bathasar, que levavam seus presentes de ouro, incenso e mirra ao menino Jesus.

1 – 15 de Fevereiro: Virgen de la Candelaria


Virgen Candelaria Festival Peru
Onde: Puno, Lago Titicaca
Sobre: Virgen de la Candelaria, também conhecido como Candlemas, é um dos festivais mais animados dentre todas as festas religiosas da América do Sul. Uma explosão de música, dança e fantasias encantadoras que acontece em Puno por um período de duas semanas, transformando a pequena cidade em uma grande festa. Se você comparecer às festividades da Virgen de la Candelaria, espere ver vários desfiles, processões, shows folclóricos e uma mistura de comunidades Quechua, Aymara e Creole exibindo o que elas tem de melhor e mais brilhante.

7 semanas antes da Páscoa: Carnaval


Carnaval Festival Peru
Onde: Cusco, maioria do Peru
Sobre: O carnaval é celebrado na maioria dos países da América latina para marcar o início da Quaresma, os 40 dias que antecedem a Páscoa, que representa para os seguidores da religião católica um período onde não se come carne como uma forma de penitência. Na maioria dos países, o carnaval é uma festa alucinante que serve para liberar o excesso de energia antes do período da quaresma, para amenizar as proibições deste período. Em cusco e no Vale Sagrado, assim como em outras regiões, o carnaval é um dos feriados preferidos das crianças porque a tradição local transforma a cidade em uma grande guerra de água. Neste dia, é concedida a todos uma licença para molhar os outros de praticamente qualquer jeito. Hoje em dia isso significa arminhas de água, balões cheios de água, baldes e ultimamente também a espuma em spray (como spray de cabelo), que vem em pequenas garrafas. Crianças tomam as ruas, em “guerra” com todos que se aproximam. Adultos esquecem as formalidades e correm como seus filhos pelas ruas em vingança por um tiro d'água. O carnaval também é celebrado com diversos desfiles e grupos de dança que fecham as ruas debaixo de uma chuva de espuma saída da plateia, e as vezes até dos colegas dançarinos!

24 – 25 de Fevereiro Festival Internacional de Esportes de Aventura


Festival de Esportes de Aventura
Onde: Lima
Sobre: O Peru é bastante conhecido por suas opções em turismo de aventura. Desde rafting em águas cristalinas até viagens noturnas pela Cordilheira Branca, o Peru tem de tudo. A Associação Latino-Americana de Esportes de Aventura ALDEA (Asociación Latinoamericana de Deportes de Aventura) promove de tudo relacionado a turismo de aventura, esportes de aventura e ecoturismo no Peru. Por mais de 15 anos eles têm organizado um grande evento no Lunahuan Valley em Canhete, Lima, que reúne em um só lugar os melhores esportistas da região. No Festival Internacional de Esportes de Aventura, esportistas têm a oportunidade de participar de competições de rafting, kayaking, escaladas e mountain biking.

Primeira semana de Março: Fiesta de la Vendimia/Festival Internacional da Colheita

Onde: Ica, mais ou menos 300 km ao sul de Lima
O litoral sul peruano possui o clima perfeito para o plantio de uvas e confecção de vinhos. Ica é a terra do coração da produção de vinho e Pisco dentre toda a costa sul. Peruanos gostam de vinho doce, e muitos visitantes acabam achando a bebida enjoativa demais para seus gostos. No entanto, o Pisco produzido nesta região é um dos melhores do mundo e os habitantes da área se orgulham muito disso (Pisco é um tipo de álcool vindo também das uvas). O coquetel local feito de Pisco é o licor de Pisco, que mistura Pisco com ovo cru, limão e gelo além de outras especiarias. Vinho e Pisco não faltam na famosa Fiesta de la Vendimia, ou Festival da Colheita, que celebra a colheita da uva e é um dos maiores e mais importantes da América do Sul. Centenas de barracas vendem vinho dos produtores da região e são feitas performances de música e dança diariamente para o entretenimento de todos. A diversão também inclui uma competição de Miss Colheita, briga de galos e a corrida peruana de cavalos.

A semana anterior à Páscoa: Semana Santa


Festival Semana Santa Peru
Onde: Ayacucho, Cusco e a maioria do Peru
Sobre: Semana Santa é a semana que antecede a Páscoa. No Peru, é uma das semanas festivas mais agitadas e esperadas do ano. Por todos os dias da semana anterior à Pascoa, há desfiles de santos pelas ruas, acompanhados por música e dança. Na sexta feira, famílias se reúnem para uma refeição especial que inclui 12 pratos típicos, cada um representando um elemento da celebração da Páscoa.

O domingo Anterior à Pascoa, Domingo Sagrado: Señor de los Temblores


Señor Temblores Festival Peru
Onde: Cusco
Sobre: Señor de los Temblores, ou Senhor dos Teremotos, é a celebração do santo padroeiro de Cusco. Em 1650, foi declarado que uma estátua de Cristo na cruz resistiu ao devastador terremoto que atingiu a cidade de Cusco. Desde então, os locais vem prestando homenagem à imagem de Taitacha Temblores, o senhor dos terremotos. A celebração acontece no Domingo antes da Páscoa e marca o início da Semana Santa na cidade de Cusco. Este feriado desperta um interesse particular, porque demonstra um pouco da fusão entre religiões andinas e o cristianismo.

Domingo anterior ao Qoyullur Rit'i, ou 50 dias após a Páscoa Domingo: Santisima Cruz del Señor de Choquekillca

Onde: Ollantaytambo, Cusco
Sobre: A celebração do santo padroeiro de Ollantaytambo, o Señor de Choquekillca, se estende por quatro dias e inclui dança, música, desfiles, celebrações na igreja local, fogos de artifício, tourada e briga de galos (há um segmento da população peruana lutando contra a ocorrência da tourada e das brigas de galos nos festivais, visto que é uma forma terrível de abuso animal). Ollantaytambo também é conhecida como a Cidade Viva dos Inca, por suas ruínas que dão a volta na pequena cidade pelos dois lados e pelo sistema Inca de irrigação que ainda leva água corrente pelas ruas. A estação de ônibus para Machu Picchu também está em Ollantaytambo.

Fim de Maio ou início de Junho, na lua cheia: Qoyllur Rit'i


Qoyllurriti Festival Cusco Peru
Onde: Ausangate
Sobre: Qoyllur Rit'i significa 'estrela de neve' em Quechua. Muitos chamam este festival de Señor de Qoyllur Rit'i, se referindo à montanha God Apu que é a figura central desta celebração e peregrinação. Acredita-se que Qoyllur Rit'i tem origem em um ritual de fertilidade pré-inca, relacionado à constelação de touro. O aparecimento da constelação de touro no céu era sinal de tempos férteis nos andes. Milhares de peregrinos vindos de todo o Peru se dirigem à base da montanha de Ausangate e seguem caminho até os pés de uma enorme geleira, onde montam acampamento por três dias.

60 dias após o Domingo de Páscoa: Corpus Christi

Onde: Cusco e maioria do Peru
Sobre: Corpus Christi, “Corpo de Cristo” em Latim, é um festival que honra a sagrada eucaristia, mas que se entrelaçou com as festividades para Qoyllur Rit'i. A Sagrada Eucaristia é a reconstituição da Última Ceia, quando Jesus dá a seus discípulos pão e vinho, representando seu corpo e seu sangue.

3 de Maio: Fiesta de la Cruz

Onde: Cusco, Lima, Ica, resto do Peru
Sobre: Fiesta de la Cruz, ou Festival da Cruz, é outro exemplo de tradições católicas e andinas se misturando. Embora a razão principal do festival seja a procissão de cruzes pela cidade, as cruzes são decoradas de maneira vibrante e particular daquele local. Há fartura de música e dança folk, com a mais peculiar sendo a 'dança das tesouras' que é tradicionalmente performada no topo de igrejas.

18 – 28 de Outubro: El Señor de los Milagros

Onde: Lima
Sobre: El Señor de los Milagros, Senhor dos Milagres, é uma enorme procissão, a maior da América do Sul, que dura 24 horas e honra uma pintura de Jesus Cristo. Um escravo angolano criou as obras de arte que ganharam fama após um terremoto em 1746 destruir quase tudo em volta da pintura. A pintura em si sobreviveu miraculosamente, dando nome ao quadro e origem ao festival. Devotos do Señor de los Milagros vestem roxo e as ruas se enchem de ondas e mais ondas de seguidores vestidos de roxo.

4 e 5 de Maio: Nazca Tourist Week


Nazca Tourist Week Festival Peru
Onde: Nazca, Ica
Sobre: Este festival apresenta várias tradições como a agricultura, artesanato e atividades comerciais. A briga de galos é popular e os turistas podem experimentar os lanchinhos peruanos picarones e anticuchos. A música crioula e os fogos de artifício tomam conta da rua principal, e, para muitos, o encerramento dos eventos se dá em viagens para os paraísos arqueológicos por perto, como as Linhas de Nazca.

23 – 25 de Junho: São João

Onde: Amazônia Peruana
Sobre: Celebrações para João Batista na amazônia são outro excelente exemplo de como os nativos aderiram ao que eles eram mais familiares no cristianismo, e ao que mais parecia verdadeiro de acordo com sua própria cultura. João Batista batizou Jesus no rio Jordão, pregando seu evangelho. Na amazônia, por muito tempo a água possuiu o poder sob a vida e a morte tanto de maneira religiosa quando no sentido literal para as pessoas que dependiam dos rios para comida, transporte e sustento. Em cidades como Iquitos e Pucallpa, locais vão às águas para se purificarem. Nas celebrações de João Batista e do poder da água você pode encontrar festivais de música e dança assim como exposições de artesanato e agropecuária. Juanes, tamales de arroz, é um item popular e costuma vir no formato da cabeça do santo.

24 de Junho: Inti Raymi


Inti Raymi Festival Cusco Peru
Onde: Cusco
Sobre: Inti Raymi, o Festival do Deus do Sol, é uma enorme celebração que começa na Igreja de Santo Domingo, construída sob as ruínas do tempo Inca central Qoricancha. O festival segue em torno da quadra principal (Plaza de Armas) e, eventualmente, se move para as ruínas de Saqsaywaman acima da cidade. Inti Raymi celebra o solstício de inverno e é uma reconstituição completa de uma verdadeira cerimônia Inca, ou pelo menos o mais perto possível de uma, seguindo as poucas descrições nas crônicas espanholas que ficaram para trás. Centenas de pessoas vestidas de padres, nobres, virgens do sol e soldados encenam uma elaborada procissão e ritual pela cidade. O papel do líder Inca Pachacuti é definido somente após extensivas audições.

16 de Julho: Virgen del Carmen


Virgen del Carmen Festival Peru
Onde: maioria do Peru, principalmente em Paucartambo
Sobre: Paucartambo é uma pequena e remota vila localizada no leste da floresta amazônica, a mais ou menos quatro horas da cidade de Cusco. Embora a cidade seja pequena, o festival não é! Três dias de dança, música e fantasias incríveis tomam conta da cidade e visitantes literalmente acampam ao redor da vila. Achar um lugar para ficar pode ser um desafio grande. Assim como muitos outros festivais no Peru, Virgen del Carmen é resultado de uma fusão da imagem andina da Mãe Terra (Pachamama) e a influência da Virgem Maria do cristianismo.

28 de Julho: Dia da Independência Peruana


Dia da Independência Peruana
Onde: todo o Peru
Sobre: Em 28 de julho o Peru celebra seu dia da independência. 28 de julho é o dia da celebração oficial, que se estende até o dia 29 com vários concertos e festividades organizados pelos governos locais. Embora a independência da Espanha tenha sido conquistada na batalha de Ayacucho em 9 de dezembro de 1824, em uma grande arrancada do exército peruano sob o exército espanhol, a independência oficial só chegou em 1826.

1 – 7 de Agosto: Cruz de Chalpon

Onde: Motupe, Lambayeque
Sobre: Motupe fica mais ou menos 90 km ao norte de Chiclayo, cidade mais conhecida, no litoral norte do Peru. A história da Cruz de Chalpon gira em torno de uma montanha de difícil acesso localizada a 10 quilômetros de Motupe e chamada de montanha Chalpon. Em algum ponto do século XVII, um eremita colocou uma cruz de madeira na montanha, salvando a cidade abaixo dela de uma grande enchente. Desde então, milhares de peregrinos viajam até esta parte da montanha em devoção. À noite na cidade de Motupe acontecem festividades mais agitadas com fogos de artifício, música, comida tipicamente nortina e as exibições do Cavalo de Passo peruano.

15 de Agosto: Virgen Asunta


Virgen Asunta Festival Peru Vale Sagrado
Onde: Qoya e Calca
Sobre: em Calca, uma grande cidade do Vale Sagrado e em Quoya, uma pequena cidade do Vale Sagrado localizada entre Pisac e Calca, os locais celebram a Virgem Asunta. Desde os tempos coloniais, quando foi trazida para a pequena vila por um arcebispo da Espanha em 1753, a imagem da Virgem Asunta fica em Calca.

1 – 30 de Setembro: Festival Internacional da Primavera

Onde: Trujillo, La Libertad
Sobre: Trujillo, que fica cerca de 450km ao norte de Lima, é também conhecida como a Cidade da Eterna Primavera e é a maior cidade do litoral norte do Peru. Mais conhecida por seu centro colonial e pelas ruínas pré-incas em Chan-Chan, o Festival Internacional da Primavera de Trujillo é uma mistura de diferentes eventos culturais, incluindo música tradicional, música clássica e popular, apresentações de ballet, brigas de touros, apresentações de Cavalo de Passo peruano, desfiles de moda, um concurso de rainha da primavera e exposições de artesanato, pintura, gravuras e até mesmo produtos agropecuários. O ponto alto é o desfile de carros alegóricos que transportam as rainhas por uma plateia entusiasta.

Primeiras duas semanas de setembro: Festival de Culinária Mistura


Festival de Culinária Mistura
Onde: Lima
Sobre: Quando Lima foi declarada a capital culinária da América do Sul em 2006, o motivo era claro. Poucas cidades da América Latina possuem uma cultura culinária tão extensa quanto a capital do Peru. Além de restaurantes que oferecem pratos e sabores únicos durante todo o ano, Lima também abriga o Festival de Culinária Mistura, que espalha em um mês mais sabores do que muitos outros lugares oferecem em um ano. É o maior festival de culinária da América do Sul, com participantes vindo de todo o país para exibir seus novos pratos, restaurantes ou para continuar a tradição dos velhos clássicos. Desde vendedores de rua até os Chefs mais renomados, este festival de dez dias tem de tudo.

8 de Setembro: Virgen de Navidad

Onde: Chinchero, outros pequenos vilarejos em Cusco
Sobre: Virgen de la Navidad é celebrado em pequenos vilarejos pela região de Cusco. A maior celebração acontece em Chinchero, onde danças e músicas tradicionais transformam as ruas da cidade por um dia.

31 de Outubro e 1 de Novembro: Día de los Santos y de los Difuntos


Día de los Santos Festival Peru
Onde: Maioria do Peru
Sobre: O Día de los Santos y de los Difuntos, “Dia dos Santos e Dia dos Mortos”, é um dia celebrado na maioria do Peru. É similar ao Dia de Finados e as pessoas acreditam que, neste dia, a alma dos finados pode andar pela Terra. Pais compram pão doce no formato de 'wawas', bebês, para suas filhas e pão doce no formado de cavalos para seus filhos. No jantar tradicional de família, as mães deixam um lugar à mesa para os membros falecidos da família. A comida deles é posta e deixada na mesa até o dia seguinte e só é recolhida após os espíritos dos membros falecidos terem usufruído de suas refeições.

Primeira semana de Novembro: Semana Puno


Festival Semana Puno Peru
Onde: Puno, Lago Titicaca
Sobre: Este festival em celebração ao Dia de todos os Santos e dos Finados é uma mistura de raízes andinas e católicas em Puno, no Lago Titicaca. Uma enorme procissão na cidade do Lago Titicaca homenageia os fundadores lendários do império Inca que, de acordo com a lenda, surgiram do lago para partir em direção ao norte de Cusco, onde fundaram a capital de seu império. A semana de dança e música começa no Dia de Finados, quando as famílias visitam os cemitérios para comer e celebrar com os membros falecidos da família.

7 – 10 de Dezembro: Concepção Imaculada


Festival Concepção Imaculada Arequipa Peru
Onde: Arequipa e o Vale Colca
Sobre: A concepção imaculada da Virgem Maria é celebrada em 8 de dezembro com música e dança em vários lugares do Peru, mas é levada ao extremo no Vale Colca, que fica a quatro horas da cidade de Arequipa. Um ponto alto das festividades são homens que se vestem de mulheres para chegar mais perto de mulheres e roubá-las. O Vale Colca abriga 16 igrejas barrocas, além de águas térmicas e uma amostra do Condor.

24 – 25 de Dezembro: Natal


Natal no Cusco Peru
Onde: Maioria do Peru
Sobre: O natal no Peru é um evento especial onde famílias se reúnem para recriar “nacimientos”, ou o nascimento de Jesus. Assim como a tradição de decorar árvores de natal nos outros países, nacimientos no Peru é o evento mais esperado da temporada, reunindo toda a família, o calor das festividades e muita oportunidade para compras. Na semana que antecede o natal, os shoppings se enchem de figuras de Maria e José, do menino Jesus, dos santos e de manjedouras decoradas com palha do interior.

31 de Dezembro, 1 de Janeiro: Año Nuevo


Año Nuevo Peru
Onde: Maioria do Peru
Sobre: Año Nuevo, Ano Novo, é uma grande festividade na maioria do Peru. 1° de Janeiro é um feriado nacional, e a maioria das pessoas saem do trabalho ao meio dia em 21 de dezembro. A noite se enche de fogos de artifício e folia. Muitos governos locais organizam shows e outros eventos públicos de graça em shoppings.