Viagem

Ajudando de Casa

As experiências maravilhosas que você adquiriu no Peru abriram os seus olhos e o seu coração?

Arrecade fundos! Organizar a arrecadação de fundos com os seus amigos e família é uma das melhores maneiras de apoiar as organizações locais e não-governamentais no Peru após a sua volta para casa. A maioria das ONGs e instituições humanitárias de países como o Peru dependem de um acordo grande com fundos estrangeiros para conseguirem manter o ótimo trabalho que eles fazem funcionando. Você se conheceu uma organização confiável no Peru e gostaria de ajudar? Entre em contato com eles e peça materiais informativos, como fotos e texto, e arrecade fundos no seu país! Eles poderão estar precisando bastante de ajuda com alguma questão essencial e você pode também ajudar para melhorar o trabalho deles: por exemplo, comprar computadores novos para o programa rural de tecnologia ou suprimentos médicos para uma família em necessidade. Ter um propósito específico para a arrecadação geralmente torna mais fácil com que possíveis doadores entendam por que cada centavo conta e por que a contribuição deles faz a diferença. Você verá que muito mais pessoas responderão à sua ação se você estabelecer uma declaração objetiva, como “Estamos arrecadando $1000 para comprar computadores para um orfanato Peruano, para que meninas adolescentes possam aprender informática e conseguir um emprego”, em comparação a propósitos mais genéricos (ex: “Estamos coletando dinheiro para um orfanato no Peru”), que normalmente geram menos reação de doadores.

As experiências maravilhosas que você adquiriu no Peru
Você não tem como arrecadar dinheiro para ajudar financeiramente, mas gostaria de agir mesmo assim? Outra opção para ajudar o trabalho de uma instituição local é levando informação: você pode falar sobre a importância do trabalho da organização e sobre a sua experiência pessoal com a instituição, escola, comunidade, centro, igreja ou organização local. Isso inspirará outros ao seu redor a se informarem, espalharem a notícia ou até mesmo irem até o Peru para apoiar a instituição.